Menu

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Passistas da Grande Rio vencedores do Estandarte de Ouro vão dar aulas gratuitas de samba em projeto da escola

29 JUN 2018
29 de Junho de 2018

Luciene Santinha, Avelino Ribeiro e Marisa Furacão vão dar aulas no projeto “Samba no pé” Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo

O que acontece quando vencedores do prêmio Estandarte de Ouro se unem? Dá samba! Três grandes nomes da ala de passistas da Acadêmicos do Grande Rio, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, vão comandar, a partir do próximo dia 7, o projeto “Samba no pé”.

 

Marisa Furacão, primeira passista da escola a conquistar o Estandarte em 2014; Avelino Ribeiro, primeiro passista a conquistar o título, em 2001, e Luciene Santinha, que ganhou o prêmio em 2015, vão ensinar a moradores que ser passista é muito mais do que saber sambar.

— A passista tem que ser sensual, mas sem ser vulgar. Deve respeitar o público. A ideia é que todos gostem — explica Marisa, passista há dez anos.

Luana Oliveira, Serginho Sambista e Amanda Prestes são passistas da escola e alunos do projeto Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo

Postura, maquiagem, figurino, técnicas e até a história do samba e da escola vão ser abordadas nas aulas. Já o nome do projeto foi uma homenagem ao presidente da agremiação, Milton Perácio.

 

— Ele não gosta de passinhos ou coreografias, gosta de samba no pé. Por isso, demos esse nome — ressalta Santinha.

 

Idealizado pelo diretor social da escola, Mozart Dalua, e por Jayder Soares, presidente de honra, o projeto tem como madrinha Sônia Maria, destaque da Grande Rio desde sua fundação, em 1988. O curso é voltado para quem quer aprender a sambar ou se aperfeiçoar. As alunas vão participar do concurso para desfilar na ala de passistas da Grande Rio ou da Pimpolhos da Grande Rio.

 

O projeto adapta o estilo da pessoa ao samba. Qualquer um, a partir de 3 anos, pode participar — diz Avelino Ribeiro, coordenador da ala de passistas e um dos professores

Desde criança na escola, a produtora de eventos Sarah Vianna pretende estrear como passista na avenida em 2019 Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo

A produtora de eventos Sarah Vianna, de 19 anos, sonha ir para a Avenida como passista na escola, onde está desde os 7 anos. Ela desfila na composição de carros.

 

— Quando sambava, ficava inibida. Ano passado, perdi 12 quilos para desfilar como passista, mas, por problemas pessoais, não pude — conta a jovem, que é produtora na escola.

 

As aulas começam a partir das 10h. Para o primeiro dia, é preciso levar apenas um quilo de alimento. A quadra fica na Rua Wallace Soares 5 e 6, no Centro do município.

As aulas podem ser feitas por quem quer aprender a sambar ou se aperfeiçoar na técnica Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo

Via: Extra
Voltar


Tenha você também a sua rádio